PRAÇA FRANCISCO RUBIM

Com seu bonito coreto e jardins bem tratados, a Praça da Matriz é um ponto de referência da cidade. Nos finais de semana, é frequentada por jovens, que além de namorar, podem encontrar os amigos para uma boa conversa. A praça é, também cercada lojas que oferecem as mais modernas e variadas opções de roupas em linhas e malhas, além e lanchonetes, cafés e sorveterias.

IGREJA MATRIZ

A construção, uma das mais antigas do município, reserva belíssimas surpresas aos visitantes. Obras de artes que a tornam ainda mais valiosa. A começar pelo relógio, fabricado em Jacutinga por Lourenço Fernandes, passando pela porta principal, com um belo entalhe feito por João Pinheiro de Oliveira Pires, seguindo para seu interior, onde os vitrais, murais e telas disputam a atenção das pessoas, com destaque para as cópias feitas por Antônio Volponi, tiradas de cartões do renomado pintor alemão Fugel, que segue o estilo expressionista, e do pintor italiano Fra Bartolomel.

LAGO MUNICIPAL

O Lago Municipal ou Parque Primo Raphaelli, é um dos lugares mais visitados pelos turistas que chegam a Jacutinga. Possui um belo e atraente lago. Um local que é um convite para uma boa caminhada através da pista de cooper, pesca ou até umas boas pedaladas na pista de bicicleta. O Parque conta ainda com uma infraestrutura para festas, um centro de lazer para crianças e, acadedia ao ar livre, campo de bocha, pista de skate, e quadras esportivas, além do quiosque convidativo para um ótimo Happy Hour.

FONTE MUNICIPAL

Ampla área para descanso e observação da natureza, muita vegetação e diversidade de pássaros, é possível ouvi-los por toda parte.

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA

A estação de Jacutinga foi aberta em 1897. Em 1918, ela tinha o nome de Silviano Brandão, mas o nome voltou a Jacutinga não muito tempo depois. Antes de a estação ser ligada à Mogiana, o que somente ocorreu em agosto de 1898 com a entrega da estação de Sapucaí, as cargas eram transportadas dali à estação de Eleutério, da Mogiana, já 3 km dentro de território paulista, em “carros e tropas”. Está estação teve importante papel na Revolução de 32. Uma verdadeira aula de história a céu aberto, hoje a estação conta com uma antiga locomotiva.

PREFEITURA

Construção de 1.916, em estilo colonial, antigo Mercado Municipal, era o melhor da região, onde se comercializava café em côco e grãos, frequentado por pessoas de outros municípios. Aberto de Segunda a Sexta-feira das 9:00 às 17:00hs Praça dos Andradas, 75 – Centro

PICO DA FORQUILHA

Localizado a 7 Km do centro da cidade, o Pico da Forquilha destaca-se por sua atraente paisagem natural e suas características geográficas que encantam os turistas. Do alto de seus 1.200 metros de altitude, um presente da natureza é a bela vista panorâmica da região. De lá é possível avistar algumas cidades do Estado de São Paulo, já que o município de Jacutinga faz divisas com os municípios paulistas de Espírito Santo do Pinhal, Itapira, Mogi Mirim, Mogi Guapé e Águas de Lindóia. O Pico da Forquilha é uma boa opção para os ecoturistas, pois possui trilhas que possibilitam

BOSQUE DOS APOSENTADOS

Também conhecido por Bosque Antonio Alberti, em 1.989 quando havia uma área abandonada, o Sr. Antonio Alberti plantou as primeiras árvores, dezenas de espécies, na sua maioria da flora brasileira, constituindo um imenso pulmão verde. Bosque conta com mais de 200 espécies e mais de 1.000 árvores.